“NÃO”: 25 MANEIRAS DE USAR NO DIA A DIA

Mulher dizendo NÃO

Não é novidade para ninguém que, para muitos de nós, a necessidade excessiva de ser agradável faz do dizer “NÃO” uma tarefa extremamente difícil, a ponto de fazer as pessoas se sentirem ressentidas e estressadas por causa disso. Esse hábito normalmente nasce do medo da rejeição. Medo de, ao dizermos “NÃO”, decepcionarmos alguém, ferirmos os sentimentos de alguém ou de parecermos rudes.
Mas aprender de onde vêem essas crenças pode ser uma grande ajuda para nos prepararmos para abandoná-las. Tempos atrás assisti uma palestra que associava nossas experiências na infância, com a dificuldade atual de dizer não. Fez sentido pra mim: muitos de nós, quando crianças, aprendemos que dizer “NÃO” era falta de educação, indelicadeza. Que se disséssemos não para nossos pais, professores, tios e avós, éramos mal educados e seríamos repreendidos. Que dizer “sim” era a coisa educada a se dizer.
Eu mesma aprendi a dizer “NÃO” agora, na vida adulta. Empoderada depois da palestra e de muita reflexão, assumi finalmente minhas próprias escolhas, e que dizer “NÃO” não precisa ser um ato cheio de tabus. Aprendi a confiar em minhas próprias experiências, preferências, opiniões para dizer sim ou não, e desassociei o “NÃO” da falta de educação, egoísmo ou indelicadeza. Me libertei.
Mas, infelizmente, ainda vejo muitos excelentes profissionais com dificuldade para abandonar as crenças adquiridas na infância. Eles ainda associam o “NÃO” a estarem sendo desagradáveis, mal-educados, rudes ou egoístas. Temem que, se disserem “NÃO”, se sentirão culpados, diminuídos, rejeitados ou abandonados. E a verdade é que esse é um fardo bem pesado para se carregar, porque com a frustração de desejar o “NÃO” enquanto se diz “sim”, se reforça a falta de autoconfiança.

A boa notícia é que existem muitas maneiras de você dizer “NÃO”

Com a agenda louca e intensa que todos estamos vivendo atualmente, se você ainda não está dizendo “NÃO” para uma boa parte das coisas que caem no seu colo, deixe-me dizer… você não está se ajudando. Pensando nisso, listei 25 maneiras diferentes de  você dizer “NÃO”. Escolha as que mais combinam com você ou com a situação que você está enfrentando!:

1. Use a palavra “NÃO”

A palavra NÃO é poderosa.  Se você tiver certeza do que está sentindo/ pensando/ recomendando/ desejando, use o “NÃO”. Não diga ‘Não agora’/ ‘Acho que não’/ ‘Não tenho certeza’/ ‘Talvez da próxima vez’. Diga não e não precisa se desculpar por dizer isso. Se necessário, pratique na frente do espelho até que a palavra perca seu poder sobre você.

2. Negue educadamente

Obrigada por pensar em mim, mas estou com muita coisa para fazer e “NÃO” posso me comprometer agora. / Obrigada por seu tempo, mas “NÃO”, obrigada. / “NÃO”, obrigada! / Hoje “NÃO”, obrigada. / Para mim “NÃO”, obrigada. / Eu prefiro “NÃO”, obrigada.

3. Dê uma alternativa

Isso pode ser particularmente útil no trabalho, quando você não quer ser visto como a pessoa que diz não o tempo todo. Se você estiver muito ocupado para realizar uma tarefa, pode dizer algo como: “NÃO” posso fazer isso agora, mas com certeza consigo dar uma olhada no próximo mês, quando minha agenda estiver menos enrolada.”

4. Negocie

Se você estiver disposto a chegar a um meio termo, esta é a hora. Isso permite que você atenda a solicitação sem dizer um não absoluto. A negociação pode ser reduzir o tamanho da tarefa, solicitar um prazo mais longo ou compartilhar a carga com outra pessoa.

5. Saiba o seu valor

Conheça o valor do seu trabalho, isso é fundamental para você dizer “NÃO” para tudo que não estiver de acordo. Escolha sua própria opinião sobre si mesmo em detrimento da dos outros.

6. Reorganize as prioridades

Se seu chefe passa outro projeto para o qual você não tem tempo, e ele não aceita um “NÃO” como resposta, diga que terá que re-priorizar a agenda. “Sim mas para fazer isso não poderei enviar o relatório X até sexta-feira.”

7. Não minta

Você não precisa de um argumento elaborado – apenas diga que você não quer. Se você não quer ir a um evento porque teve uma semana difícil e prefere seu sofá e assistir Netflix – diga isso. Não invente desculpas porque você acha que isso torna sua resposta mais palatável.

8. Não encompride a resposta

Em alguns casos, é melhor não entrar em detalhes. Se você justificar muito o seu “NÃO”, pode parecer que você está mentindo – ou pior ainda, pode fazer com que o autor da pergunta encontre uma solução alternativa para tentar fazer você dizer sim.

9. Não tenha vergonha de dizer “NÃO” duas vezes

Às vezes, as pessoas não respeitam os limites ou estão acostumadas com as pessoas cedendo se perguntarem novamente. Só porque alguém é persistente, não significa que você tenha que ceder. Com toda calma sorria educadamente e diga seu “NÃO” uma segunda vez, com mais firmeza do que na primeira.

10. Seja assertivo

Faça contato visual e fale claramente. Não murmure seu “NÃO”. Principalmente se você sentir que alguém está se aproveitando de você.

11. Não aceite brindes

Estamos programados para querer retribuir quando alguém nos dá algo. Então, se você pegar aquela amostra de queijo no supermercado e o atendente simpático quiser convencê-lo a comprar, é muito mais provável que você diga sim do que no caso de não ter aceito a amostra em primeiro lugar.

12. Se necessário, inclua um “porque” na resposta

Às vezes dizer “porque” ajuda. “NÃO” posso aceitar [seu convite] porque estarei viajando na semana que vem.”

13. Se todos os seus amigos estivessem pulando de um penhasco, você pularia?

É fácil cair na armadilha de dizer sim porque outras pessoas estão dizendo sim. Não faça isso.

14. Pense no custo do “SIM”

O que você perderá cedendo? Outro projeto? Tempo? Apoio de alguém importante? Nada vem de graça.

15. Confie no seu instinto

Aprenda a confiar e sua intuição. Portanto se o “NÃO” parece certo, ouça seus instintos – e diga em voz alta “NÃO”.

16. Mostre Empatia

Às vezes, o reconhecimento da situação conta muitos pontos para a outra pessoa. “Eu sei que é ruim – mas “NÃO” posso, me desculpe.’

17. Não procrastine

Se você sabe que sua resposta será não, diga de uma vez. Definitivamente a procrastinação é sempre ruim. Por isso, não diga “Eu vou pensar sobre isso” se você não quer o que está em discussão.

18. Não é você, sou eu

Sinta-se à vontade para usar esta rejeição clássica se achar que o produto / ideia / pessoa / ocasião é certo para alguém, mas esse alguém não é você. Pois é perfeitamente aceitável dizer que algo não é pra você.

19. Eu gostaria de poder

Em alguns casos, pode ser necessário ser um pouco mais suave na abordagem. Por exemplo: “Gostaria de poder ajudar com seu projeto, mas estou com a agenda cheia esta semana”. Igualmente você poderia dizer  “É uma pena – adoraria ajudar, mas já estou comprometido com [X coisa]. Boa sorte!”

20. “Obrigada, mas não, obrigada.”

Às vezes, isso é literalmente tudo o que você tem a dizer.

21. “Eu sei que esta não é a resposta que você esperava.”

Se alguém está esperando que você faça algo, mas você não vai fazer, diga “NÃO”, seguido da frase acima. Com certeza suaviza sua negativa.

22. Lisonjeada, mas não, obrigada

Às vezes, você pode precisar reconhecer que é uma grande coisa o que a outra pessoa pediu. E mesmo assim, sua resposta pode ser “NÃO”.

23. “Eu disse “NÃO”

Isso funciona para crianças e vendedores irritantes. Portanto o segredo é ser amigável, mas firme.

24. Estou bem / estou feliz onde estou

Isso é bom para recusar uma oferta. Por exemplo, você poderia dizer: “Obrigada por pensar em mim, mas estou bem na minha posição atual. Obrigada!”

25. Não é possível

Possível e impossível são palavras mágicas. Se você disser: ‘Isso “NÃO” é possível’ com convicção, provavelmente não precisará dizer mais nada.

Aprendi que, se você viver sua vida dependendo da aprovação de outras pessoas, nunca se sentirá livre e verdadeiramente feliz. Diga não com a frequência que precisar, e não se sinta mais preso, ressentido ou culpado! Quanto mais você praticar, menos aterrorizante se tornará. Comece a dizer não a tudo que não agrega valor à sua vida. E sinta-se livre 😉

Fica o convite à reflexão!

 

——————————————————————————————————————-

Nora Mirazon Machado – sou formada em Administração de Empresas pelo Mackenzie, com MBA em marketing pela FGV e especializada em liderança pela Harvard Business School. Tenho mais de 25 anos de experiência como executiva de Marketing. Atuei em empresas renomadas como Pepsico, Adams e Danone.

Há três anos encontrei na integração entre marcas, pessoas e carreiras, a área ideal para colocar minha experiência em prática. Empreendi, e sou co-fundadora da Trilogie, empresa de Branding e Carreira, que tem como propósito ampliar a visão dos profissionais em relação à uma gestão mais consciente e estratégica de suas carreiras.

Trabalho como Mentora e Estrategista de Marca Pessoal e Carreira, orientando profissionais no planejamento de suas estratégias de carreira, e desenvolvimento de marcas pessoais e reputação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *