5 ATITUDES QUE VÃO TE AJUDAR A FUTURE-PROOF SUA CARREIRA

mulher acessando tela

 

Há alguns anos atrás, quando eu ainda trabalhava no mundo corporativo, usávamos muito como expressão “the need to future-proof the portfolio”, no sentido de blindar os produtos do portfolio para o que seriam as futuras necessidade do consumidor, que começavam a ganhar relevância naquela época: diminuição do açúcar, dos ingredientes artificiais e da quantidade de ingredientes em geral, aumento da naturalidade, etc…. fazendo com que os produtos se mantivessem como opções para o consumidor do futuro. Hoje, vários anos depois, parei para pensar que a mesma expressão continua sendo muito atual e válida, só que agora, na minha área de trabalho atual, aplicada para outro contexto: o profissional e sua carreira. Não importa a área de atuação, está mais do que na hora de você pensar em “future-proof” a sua!

É bem provável que você já tenha ouvido que estamos vivendo um momento VUCA – vulnerável, incerto, complexo e ambíguo. Podemos ver quase que diariamente sinais de instabilidade e mudança acelerada em diversas frentes, que transformam o mundo em mais dinâmico do que qualquer outra época. Por trás disso está o avanço da tecnologia e a globalização, que mudaram e continuarão mudando o conceito de carreira, que deixa de ser um sequenciamento previsível de posições e cargos, liderado pela área de RH.

O momento é outro! De acordo ao Future of Jobs Report, do World Economic Forum, daqui a cinco anos, mais de um terço das habilidades (35%) consideradas importantes na força de trabalho de hoje em dia, terão mudado. E independente das habilidades mapeadas para “o futuro”, de forma geral, o que passa a ser exigido atualmente do profissional é protagonismo, que ele lidere o desenvolvimento de sua própria carreira, que ele reconheça a realidade das mudanças ao seu redor, que se mantenha atualizado e relevante para seu mercado  e que ele seja ousado, confiante e preparado para gerenciar sua carreira diante da incerteza – o que, em resumo, equivale ao “future-proofing” que eu fazia para produtos de consumo, só que agora quem precisa de blindagem é você e sua carreira.

Existem atitudes que podem ajudar na adaptação

Essa mudança as vezes exige uma certa capacidade de adaptação, que pode não ser nem fácil, nem óbvia, mas que pode ser mais simples com algumas atitudes práticas no dia a dia:

  1. Aceite que daqui para frente vai precisar se manter ativo e aprendendo: Se já ouviu falar de “growth mindset”, ou mentalidade de crescimento, é sobre isso mesmo que estou falando. Uma mentalidade assim reconhece que, independente da idade e experiência, as habilidades e inteligência podem ser desenvolvidas, e valoriza o esforço para desenvolver habilidades que resultarão em conseguir enfrentar melhor uma adversidade ou desafio, em conseguir aprender com os erros e em estar sempre buscando, ativamente, novos conhecimentos. Música para qualquer empresa que tenha você em seu quadro de funcionários, música para você como empreendedor, que vai se diferenciar trazendo novais ideias, processos, ferramentas e oferecendo coisas melhores para seus clientes.
  2. Reconheça a importância da diversidade: o mundo está, mais lentamente do que o desejado, se tornando mais diversificado e aberto, por isso é vital que você tenha a capacidade de entender e se adaptar a outras pessoas que possam ter diferentes percepções sobre o mundo, saiba respeitá-las e trabalhar com elas, independente de diferenças de cultura, idioma, raça, gênero, orientação sexual, idade, crenças políticas ou religiosas. Tudo isso pode melhorar sua interação em geral e te dar acesso a outros pontos de vista, te ensinar. Pense na importância de ter uma mente aberta e flexível.
  3. A tecnologia está e continuará revolucionando quase tudo: A 4a revolução industrial é alimentada por inovações tecnológicas, como inteligência artificial, big data, realidade virtual, blockchains e muito mais. Isso significa que todos precisarão de um certo nível de conforto em relação à tecnologia, mesmo se você não trabalha com tecnologia.
  4. Mas proficiência em tecnologia não é a única resposta, você deve dar a devida importância para as habilidades de comunicação interpessoal: Ela será uma habilidade vital para que você consiga se comunicar efetivamente com outros seres humanos, para que possa dizer as coisas certas, usando o tom de voz e linguagem corporal certos ao transmitir qualquer mensagem.
  5. Se você não gosta, ou não está acostumado…, não importa, será necessário aprender a falar sobre si mesmo: Mude sua forma de pensar e se aproprie de sua própria história, experiência, características pessoais… tudo isso passa a ser ainda mais importante em um cenário aonde a troca de empregos será crescente e pode ser que você tenha que se reinventar várias vezes ao longo de sua vida profissional, que você tenha que começar de novo. Para isso, será muito importante se conhecer, saber falar sobre você, o que tem para oferecer, ter os argumentos certos. Em resumo, será importante conhecer sua marca pessoal e trabalhá-la a seu favor.

 

A mudança não vai esperar por você: comece a “future-proof” sua carreira sendo proativo na própria reciclagem e capacitação, na busca por novas oportunidades e reinvenção. Assim você aumentará sensivelmente as chances de ganhar controle sobre seu futuro profissional e manter a relevância no mercado.

 

Na Trilogie estudamos todos os dias sobre o Futuro do Trabalho e temos vários programas que podem te ajudar a se preparar: Personal Branding, Planejamento de Carreira, Coaching Executivo…. Vem conhecer mais para saber como podemos trabalhar juntos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *