É sempre um bom momento para pensar em potencializar sua MARCA PESSOAL no LINKEDIN

visão das pernas de uma mulher sentada no chão, trabalhando em seu laptop

Independente de toda a incerteza e stress provocados pela rápida propagação do novo corona vírus, o que sim se ganhou foi o tempo que até semana passada era perdido no trânsito indo e vindo do trabalho. Por que então não tentar aproveitar essa fase imposta de distanciamento social para colocar em dia suas pendências?  Estou pensando em sua marca pessoal, que pode ser fortalecida nesse momento por meio do seu perfil do LinkedIn, que é bem provável que esteja desatualizado…

 

Comecemos pelo começo. O LinkedIn é a maior rede social corporativa que existe, criada para conectar profissionais promover oportunidades mundo afora. Segundo Ranjan Dua, Headhunter da Michael Page, “É o primeiro mecanismo de triagem que usamos ao procurar um candidato a emprego. É, portanto, muito importante. ” Dito isso, o LinkedIn é um lugar chave para você, nesse momento reforçar sua marca pessoal e presença online.

 

Seu perfil é o lugar para retratar sua jornada profissional, com suas conquistas, motivações, reviravoltas e lições aprendidas ao longo do caminho. Com certeza tudo isso foi determinante para o desenvolvimento de suas habilidades, sua capacidade de adaptar, enfrentar desafios e resolver problemas. E é isso que quem se depara com seu perfil quer ver: bastante além de apenas seu histórico profissional, as pessoas querem ver conteúdo que indique o conjunto de habilidades que você desenvolveu ao longo do tempo, como você passou pelas mudanças e superou os desafios que foram aparecendo, e toda e qualquer experiência que faça de você quem você é. Muito em função disso, a rede é a maneira mais fácil de dar vida à sua marca pessoal, o que tornará você mais atraente para os recrutadores.

 

6 coisas que você pode fazer para reforçar sua marca pessoal no LinkedIn:

  1. Revisite sua foto de perfil e use o espaço para a foto de fundo

Comece pela sua foto do perfil: levantamentos do próprio LinkedIn detectaram que perfis com foto são vistos 21 vezes mais do que aqueles que não tem.

  • DICA: Não use qualquer foto: ela deve ser profissional, estar alinhada à sua área de atuação – nada de gravata se você trabalha em agência de publicidade, e, idealmente, demostrar sua personalidade.
  • DICA: Evite selfies, fotos antigas ou com outra pessoa.
  • DICA: Seu rosto deve ocupar cerca de 60% do quadro e conta pontos você estar olhando para a frente. Outra opção é olhar para a esquerda quando bater a foto para que, quando posicionada no perfil você esteja olhando para a direita, levando o visitante ao restante do conteúdo do seu perfil, inclusive para sua foto de fundo.

Além da foto de perfil a foto de fundo é um recurso pouquíssimo usado, e ela pode ajudar a contar sua história e quem você é, o que você faz. Não deixe de usá-la.

 

  1. Faça seu título trabalhar a seu favor

“O título é a segunda coisa que um recrutador percebe sobre o seu perfil, depois da sua foto”, diz Dua. Então pense em usar essa seção para seu destaque.

  • DICA: Não descreva apenas o seu cargo, porque isso faz de você um profissional intercambiável com qualquer outro que tenha um cargo igual ao seu.
    • Pense em sua proposta de valor: que problema você resolve, ou que oportunidade você detecta?
    • Resuma isso em uma frase, idealmente criativa e associada à sua personalidade, e ganhe muito destaque e diferenciação para seu perfil.

 

  1. Conte quem você é e o que move você

Sem dúvida, a seção “sobre” é uma seção fundamental e uma das primeiras que as pessoas acessam para conhecer mais sobre você quando se deparam com seu perfil. Vale a pena se dedicar para escrevê-la, pensando em como ela pode capturar pontos chave relevantes de sua carreira e história, podendo incluir as motivações que levaram você a escolher trabalhar com o que trabalha, seus pontos fortes e suas habilidades profissionais.

  • DICA: Não deixe de inserir palavras-chave relevantes para sua área de atuação, o que vai ajudar com que seu perfil seja encontrado para futuras oportunidades de emprego.
  • Veja o que cargos de seu interesse demandam em suas descrições de vagas, procure por palavras-chave, e ajuste seu perfil.

 

  1. Use as configurações da ferramenta a seu favor

Preencha a seção “localização”. Incluir sua cidade torna seu perfil 23 vezes mais detectável em pesquisas, facilitando a conexão com a próxima oportunidade.

 

Se você já tiver acesso, use a ferramenta gratuita Skills Assessment disponibilizada pelo LinkedIn no ano passado. Ela permite ao profissional destacar seu perfil fazendo testes de múltipla escolha que validam e demonstras suas habilidades, funcionando como uma comprovação idônea de seu conhecimento. Isso é de suma importância quando consideramos que 87% dos recrutadores concordam que as habilidades que um profissional inclui em seu perfil são cruciais. Mas atenção: ainda está em fase beta para uma 1ª leva de usuários, pode ser que você ainda não a tenha disponível …

 

Você está interessado em um novo emprego ou oportunidade? Sinalize suas necessidades, configurando seu perfil para as pessoas saberem o que você quer. Isso pode ser feito ativando o recurso “aberto para oportunidades de emprego”. Você pode escolher a visibilidade dessa configuração: se ela é pública ou se apenas recrutadores poderão vê-la.

  • DICA: Além disso, você pode definir os cargos e locais de trabalho que interessam, fazendo assim com que seu perfil funcione nos bastidores para ajudá-lo a conseguir o que almeja.

 

Da mesma maneira, se você é prestador de serviços, freelancer ou empreendedor, você pode preencher a seção “disponível para negócios”. O LinkedIn já anunciou que desde meados de 2019 mais de 140.000 profissionais optaram por esse recurso globalmente como mecanismo de expansão de seus negócios.

 

  1. Atualize sua experiência profissional

Profissionais que têm sua posição atual no perfil são descobertos até 16 vezes mais em pesquisas de recrutamento. Então o que você faz? Atualiza a seção “experiência”.

 

  1. Peça (e dê) recomendações

Ter muitas conexões (relevantes) torna você mais visível na ferramenta. Ranjan Dua nos ensina: “As conexões existem para ajudar a construir uma rede de profissionais que podem ajudá-lo a crescer e a quem você também pode ajudar. O algoritmo do LinkedIn sugere conexões para você com base nas conexões que você já fez, por isso é melhor se conectar com pessoas que possam se relacionar com o conteúdo que você publica e que também tenham conteúdo com o qual você possa se relacionar.”

Recomendações ajudam não só a validar o que você está dizendo sobre si mesmo como também a mostrar aos outros quem você é e como você trabalha. Pode pedir sem medo de ser invasivo.

  • DICA: Retribua a gentileza quando alguém solicitar de você uma recomendação.

 

Além da reorganização de seu perfil, é a hora de repensar sua forma de “participar” da rede. Nesta fase de trabalho remoto, é importante usar a rede de forma disciplinada e intencional, pensando sempre em agregar valor para seus contatos por meio do compartilhamento de notícias, ideias e artigos de autoria própria, que podem ser postados no feed. Isso ajuda muito na construção e reforço de sua visibilidade, autoridade e credibilidade, para que você esteja pronto, e bem posicionado, quando tudo voltar aos eixos.

  • DICA: Nunca é demais repetir que todo o conteúdo que você for escrever para publicar no LinkedIn precisa ser original e relevante para seu público. Isso é muito importante para você reforçar sua marca pessoal.
  • DICA: Envie solicitações de conexão personalizadas para profissionais em posições ou trabalhando para empresas que você acredita possam ter alguma utilidade ou valor para seus serviços. Reserve um tempo para se conectar com eles de forma pessoal e diferenciada, abordagens personalizadas sempre aumentam as chances de resposta.
  • DICA: Entre em contato com quem visualiza sua página com uma mensagem rápida, se apresentando e/ou oferecendo seus serviços, caso você seja um freelancer.

 

Use este tempo de confinamento a seu favor, mais adiante você vai colher resultados! Bom trabalho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *